Adoro os sabores e aromas da cozinha Portuguesa. Os doces são a minha maior tentação. Receitas simples e fáceis de confeccionar no dia a dia de qualquer pessoa que goste de tachos, panelas e colheres de pau.

18
Dez 08

Gosto muito de puré de batata e por isso mesmo adoptei uma forma rápida de o fazer.

Tenho sempre à mão puré de batata congelado para uma visita inesperada ou quando não há outro acompanhamento.


Receita 1 - Puré de batata para acompanhamento


Ingredientes:

1 pacote de puré de batata congelado (Pingo Doce ou Pescanova são os que uso)

leite (quantidade de acordo com o puré que usar)

2 clh de sopa de manteiga


Confecção:

Fazer o puré de batata conforme indica na embalagem

(dissolver no leite conforme a quantidade que se pretende)

Depois de pronto dissolver a manteiga e servir de imediato


Receita 2 - Puré de batata com queijo


base: Receita 1

No final adicione 3 clh de sopa de queijo parmesão ralado (para 1 pacote inteiro) e mexa até derreter.

Sirva de imediato


Receita 3 - Puré de batata para empadão


base: Receita 1 com um pouco menos de leite para que o puré fique mais consistente


Espalhe na base de um pirex untado com margarina parte do puré, adicione o recheio (carne, peixe ou verduras) e cubra com o restante puré.

Polvilhe com queijo ralado e leve ao forno até estar dourado.


Nota : Mexer sempre o puré com colher de pau e em lume médio para não borbulhar demasiado


Para quem gostar pode adicionar noz de moscada ao puré de batata.


Atenção que os purés que indiquei já têm sal suficiente.


Bom Apetite

* * Grilinha * * às 17:39
estou:

13
Dez 08

Receita para 4 pessoas


Ingredientes:

600g de bacalhau desfiado já demolhado
1 pacote de batata palha (500gr)
azeite +/- 75ml (5 clh de sopa)
sal q.b.
1 cebola grande
4 dentes de alho
salsa picada
5 ovos (batidos)
Azeitonas pretas



Confecção:

Ferver o bacalhau +/- 10minutos e escorrer.

Num tacho largo, picar a cebola miudinha e o alho e deixar refogar no azeite até ficar loura.

Juntar o bacalhau com um pouco da água de cozer (4 clh de sopa) e a batata palha e deixar ligar os ingredientes sem pegar ao fundo do tacho.


Numa tigela batem-se os ovos com um pouco de sal.


Juntam-se os ovos ao bacalhau e às batatas ao mesmo tempo que se vai mexendo, envolve-se tudo muito bem, deixando secar um pouco e retirar do lume.


Colocar numa travessa de servir, e decorar com a salsa picada e azeitonas pretas.


Bom Apetite

* * Grilinha * * às 22:29
estou: com alguma fome
tags:

06
Dez 08

Ingredientes

750 g de farinha ;
30 g de fermento de padeiro ;
150 g de manteiga ou de margarina ;
150 g de açúcar ;
150 g de frutas cristalizadas ;
150 g de frutas secas (pinhões, nozes, passas, etc.) ;
4 ovos ;
1 limão ;
1 laranja ;
1 dl de vinho do Porto ;
1 colher de sobremesa (rasa) de sal grosso

 

Confecção:

Picam-se as frutas cristalizadas e põem-se a macerar com o vinho do Porto juntamente com as frutas secas.
Dissolve-se o fermento em 1 dl de água tépida e junta-se a uma chávena de farinha (tirada do peso total). Mistura-se e deixa-se levedar em ambiente morno durante cerca de 15 minutos.

Entretanto, bate-se a gordura escolhida, o açúcar e a raspa das cascas do limão e da laranja. Juntam-se os ovos, um a um, batendo entre cada adição, e depois a massa de fermento. Quando tudo estiver bem ligado, adiciona-se a restante farinha peneirada com o sal. Amassa-se ou bate-se a massa muito bem.

 

Esta massa deve ficar macia e elástica. Se estiver muito rija, junta-se um pouco de leite tépido. Misturam-se as frutas maceradas no vinho do Porto. Volta a amassar-se e molda-se em bola. Polvilha-se a massa com um pouco de farinha, tapa-se com um pano e envolve-se a tigela num cobertor. Deixa-se levedar em ambiente morno durante cerca de 5 horas.

Quando a massa estiver bem levedada - em princípio deve dobrar de volume -, mexe-se e molda-se novamente em bola (ou em várias bolas) e já sobre um tabuleiro untado faz-se-lhe um buraco no meio. Introduz-se a fava e o brinde, este embrulhado em papel vegetal. Deixa-se levedar durante mais 1 hora.

Pincela-se o bolo com gema de ovo e enfeita-se com frutas cristalizadas inteiras, torrões de açúcar, pinhões inteiros, meias nozes, etc.
Leva-se a cozer em forno bem quente.
Depois de cozido, pincela-se o bolo-rei com geleia diluída num pouco de água quente.

Para impedir que a rodela feche, pode introduzir-se uma tigela no buraco.

Pensa-se que este bolo, que é hoje um dos símbolos da festa do Natal, é uma versão adaptada da «gallette des rois», de Bordéus. Começa a fabricar-se nos Fins de Novembro e vê-se em todas as pastelarias até meados de Janeiro. Todos os bolos devem conter uma fava e um brinde.

 

A fava obriga aquele a quem sair a uma penalidade, que será cumprida no ano seguinte, ofertando um bolo-rei àqueles que o acompanharam na cerimónia do ano anterior.

* * Grilinha * * às 02:49
tags:

Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.: As Visitas :.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO